Grupo Vanguarda avança 40 posições em Ranking ABRAS

A Associação Brasileira de Supermercados (ABRAS) divulgou a 44ª edição do ranking da ABRAS, que reúne as 500 maiores empresas do setor supermercadista brasileiro. O Grupo Vanguarda agora ocupa a 62ª posição no ranking, tendo avançado 40 posições em relação ao ranking do ano de 2019.

Segundo dados da ABRAS, o ano de 2020 foi um ano de crescimento para o setor supermercadista brasileiro, período em que o varejo alimentar brasileiro foi responsável por 7,5% do Produto Interno Bruto nacional. O resultado disso é que setor alcançou um faturamento de R$ 554 bilhões e obteve o maior lucro líquido das duas últimas décadas. Levando a margem de lucro dos supermercadistas as alcançar o patamar de 2,7%, o que representa um crescimento de 0,3% sobre o ano de 2019.

O resultado do ranking da ABRAS tem um significado especial para o Grupo Vanguarda. Esse foi o primeiro ano completo de análise após sua reestruturação, conforme explica Milton Bento, diretor de Operações e Logística do Grupo Vanguarda. “Passamos por uma cisão no ano de 2019, durante esse período enfrentamos algumas dificuldades, que foram completamente vencidas até o final de 2020. No ano passado, a empresa já mais estruturada do ponto de vista de abastecimento, inovações, melhorias e transformações alcançou um crescimento de faturamento, o que nos fez avançar posições no ranking da ABRAS”, explicou.

Milton Bento é diretor de Operações e Logística do Grupo Vanguarda

Ainda segundo Milton Bento, as transformações realizadas nas lojas, a formação de pessoas e a contratação de profissionais do mercado foram fundamentais para o Grupo Vanguarda alcançar esse avanço no ranking em 2020. “As ações foram muito voltadas para a melhoria de abastecimento, as novas negociações e renegociações com os principais fornecedores, a chegada de profissionais que ajudaram, como foi o meu caso, o caso de outros profissionais de operações e da área comercial, que fizeram a diferença nesse resultado”, explica.

A presidente do Grupo Vanguarda, Van Fernandes, explica que a empresa desenvolveu um planejamento minucioso para ser implementado no prazo de cinco anos. “Traçamos um plano para cinco anos, estamos apenas no segundo ano, mas já conseguimos avançar e antecipar a execução de demandas programadas apenas para o ano que vem. E isso é resultado de uma equipe alinhada, engajada e motivada, mas também de um mercado próspero”, explica a gestora.

Van Fernandes, presidente do Grupo Vanguarda

O projeto do Grupo Vanguarda para os cinco primeiros anos de atuação no mercado do Piauí e do Maranhão diz respeito, principalmente, a promover uma melhoria na experiência de compra do cliente, conforme explica Milton Bento. “Antecipamos algumas transformações de lojas, que estavam previstas somente para o ano que vem, como foi o caso inclusive da loja do bairro Santa Maria da Codipi. Isso de fato impacta realmente no crescimento de faturamento, na melhoria de atendimento e de experiência de compra do cliente. O projeto do grupo é seguir transformando as lojas, depois, se for o caso, podemos pensar numa expansão mais orgânica do Grupo”, finaliza.

O Grupo Vanguarda já prospecta um novo crescimento no ranking da ABRAS de 2021. No entanto, o momento atual da economia não é favorável para um aumento tão significativo, quanto o que aconteceu no ano passado. “Acreditamos numa evolução ainda dentro do ranking da ABRAS para 2021. Este ano está um pouco mais complicado que o ano de 2021, por conta da escassez monetária causada pela redução dos recursos assistenciais provenientes do governo, além do crescimento assustador do índice de desemprego, o que impacta muito os negócios na região”, explica.

Sobre o Grupo Vanguarda

O Grupo Vanguarda foi criado em 16 de junho de 2019, a partir da reestruturação do Grupo Carvalho, que atuava no Piauí e Maranhão há 35 anos.

Em 2020, o Grupo Vanguarda alcançou um faturamento bruto de R$ 753.286.646 totalizando faturamento de suas 24 lojas no Piauí e Maranhão, que juntas contam com quase 38 mil metros quadrados de área destinada à exposição e venda de produtos.